BijaRi, ‘Praças (im)possíveis #2’, 2015, Choque Cultural