Joana Escoval, ‘Sem título (Outlaws in language and destiny)’, 2013, Vera Cortês