Rogério Reis, ‘Ninguém é de Ninguém #2’, 2014, Galeria da Gávea